Player

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Sexo oral faz bem para a saúde do casal, aponta estudo


por Nelson Sheep


Já dizia o velho ditado: boquete e copo d’água não se nega a ninguém. Pois fique sabendo que a prática – quando bem feita –  além de ser uma das formas mais gostosas de obter orgasmos, também é capaz de proporcionar muitos benefícios para a saúde do homem e da mulher.
Isso foi provado por uma pesquisa da State University of New York, que monitorou 150 casais, metade dos quais foram orientados a se concentrar fortemente em sexo oral em seu relacionamento, a outra metade não tanto. O estudo revelou uma diferença notável na forma como os dois grupos dormiram.
Os 75 casais que se concentraram mais em sexo oral mostrou melhor qualidade de sono, níveis de ansiedade e estresse mais baixos e aumento da intimidade, dentro e fora do quarto, com seus parceiros.
Fazer ou receber sexo oral ajuda a produzir hormônios como a ocitocina e dehidroepiandrosterona (DHEA), que têm efeitos protetores contra câncer, doenças cardíacas e algumas outras. Algumas pessoas usam suplementos de DHEA para melhorar o seu desejo sexual, construir músculos, combater os efeitos do envelhecimento e melhorar algumas outras condições de saúde.
A ocitocina é conhecida por ter efeitos sedativos, oferecendo benéficos para seu sono, de acordo com o relatório. Sexo oral também produz endorfina, que também é benéfico para aqueles que sofrem de insônia ou noites agitadas e pode até aliviar dores de cabeça da enxaqueca, o estudo sugere.

Somado a isso, existe uma estátistica de que 25% dos homens vai ou já sofreu de ejaculação precoce em algum momento de suas vidas. Por isso, psicólogos e terapeutas sexuais recomendam este método alternativo para prolongar a experiência para ambos os parceiros.



Matéria do Blog:
http://www.superpride.com.br/2016/02/sexo-oral-faz-bem-para-a-saude-do-casal-aponta-estudo.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário